Os militares na Maré

A difícil e violenta rotina dos moradores do complexo de favelas

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

 

 

 Fotos Carlos Latuff

 

Desde o final de março desse ano, os moradores do complexo de favelas
da Maré, zona norte do Rio, tem sua rotina alterada por blindados,
paraquedistas e fuzileiros navais que patrulham as principais vias da
comunidade, visando a instalação de uma Unidade de Polícia
Pacificadora (UPP).

A despeito da presença dos militares (alguns com
câmeras de vídeo acopladas aos capacetes) o tráfico continua presente
na favela, só que não mais ostensivamente armado.

Ao fotografar a revista de dois rapazes numa motocicleta, fomos eu, o fotógrafo da
agência Imagens da Terra e morador da Maré, Naldinho Lourenço, e a
diretora do Sindicato dos Jornalistas RJ, Camila Marins,  abordados
por militares do exército que exigiam uma "autorização" do comando
para registrar a operação.
 

 

 

 

 

 

O cartunista e ativista Carlos Latuff é colaborador de Opera Mundi e revista Samuel. Seu trabalho, que já foi divulgado em diversos países, é conhecido por se dedicar a diversas causas políticas e sociais, tanto no Brasil quanto no exterior. Para encontrar outras charges do autor, clique

 

Outras Notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Escravidão e Liberdade

Escravidão e Liberdade

A editora Alameda traz uma seleção especial de livros escravidão, abolição do trabalho escravo e sobre cultura negra. Conheça o trabalho de pesquisadores que se dedicaram profundamente a esses temas, centrais para o debate da questão racial e da história do Brasil. 

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias