Boletim Diálogos do Sul Testeira

Diálogos do Sul Logo Banner

Boletim Número 06 – De 12 a 18 de agosto de 2013.

Herdeiros dos Cadernos do Terceiro Mundo, pretendemos que este espaço seja referência de todos aqueles que buscam a América Latina para o Brasil e uma referência do Brasil para a América Latina.

DESTAQUE DA SEMANA

PRIMAVERAS ÁRABES:
As revoluções árabes, um ano depois

fundamentalismoA despolitização tem sido fundamental para a ascensão do islamismo político. Esta despolitização não é, evidentemente, específica do Egito nasserista. Ela tem sido a prática dominante em todas as experiências nacionais populares do primeiro despertar do Sul, e até mesmo nos socialismos históricos, uma vez terminda a a primeira fase de fervor revolucionário. O denominador comum tem sido a supressão da prática democrática (que não reduzo a eleições multi-partidárias), que é o respeito pela diversidade de opiniões e propostas políticas, e sua eventual organização. Samir Amin * LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL
  • DIALOGANDO

CUBA: Fidel, 87 primeiros anos: continuidade pedagógico-revolucionária

Fidel aos 87 - Crédito: Cuba Hoy

Fidel, admirável exemplo de lucidez, agora combate, empunhando a pluma, e cada um de seus artigos, cada um de seus escritos incessantes, são parte da história verdadeira dos dias que correm; constituem análises, lúcida e necessária, das vicissitudes da criatura humana das etapas que nos toca cotidianamente viver, no alvorecer do século XXI, ao que chegou este filho de Bolívar e de Martí, de Sandino e de Mariátegui, e um exemplo impertérrito de continuidade intelectual e de capacidade pedagógica; por que, sobretudo, isto é Fidel Castro Ruz: um maestro por antonomásia, além de Guerrilheiro do Tempo, como o chamara a querida colega Katiuska Blanco, em seu recente par de volumes de leitura imprescindível. Winston Orrilo * Colaborador da Diálogos do Sul. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

BRASIL: As diferentes trajetórias de Fernando Henrique Cardoso e Darcy Ribeiro

Dois brasileiros estão entre os intelectuais que mais se destacaram nas lutas sociais do século XX na América Latina. O sociólogo Fernando Henrique Cardoso (1931-) e o antropólogo Darcy Ribeiro (1922-1997). No tocante à prática política efetiva de Fernando Henrique e Darcy Ribeiro, os caminhos se bifurcam. Após o golpe militar (1964) e o exílio, a militância na oposição ao regime militar leva as duas personalidades a opções e posicionamentos distintos, que vão se revelando mais díspares com o passar do tempo. Ricardo Carlos Gaspar (*) Colaborador da Diálogos do Sul. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

RELAÇÕES INTERNACIONAIS: Por traz do alerta antiterrorista dos Estados Unidos

Está claro que o alarme antiterrorista socorreu ao presidente Obama justo quando a opinião pública, enfadada pelo escândalo da vigilância ilegal e ilegítima da cidadania lhe exigia explicações. Enquanto isso Vladimir Putin não escondia sua alegria por ter humilhado a seu homólogo estadunidense, dando refúgio político a Edward Snowden. Curiosamente, em véspera de uma nova rodada da rentável luta contra o terror, uns mil presos extremistas foram libertados em uma série de ataques organizados contra as prisões de nove países íntimos aliados dos EUA. Nazanín Armanian * LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

URBANISMO: Revisão do Plano Diretor: oportunidade para debater um novo modelo de desenvolvimento urbano

Em São Paulo, a revisão do Plano Diretor Estratégico (PDE), cujo debate está em curso em oficinas e audiências públicas, é uma grande oportunidade para se refletir e optar por novos paradigmas na perspectiva de reverter o modelo insustentável de desenvolvimento urbano da nossa cidade. Nabil Bouduki * Especial para a Diálogos do Sul. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

RELIGIÕES: A Teologia da Libertação e o novo pontífice: o outro papa, o outro Boff…

Desde o dia da eleição do Cardeal Jorge Bergoglio para o papado, Leonardo Boff que, em 1992, enojado com o tratamento que lhe era dispensado pelo Vaticano, deixara o sacerdocio – reorientou bruscamente sua respeitada voz em defesa do novo Pontífice. Em nenhum momento entrou no debate sobre o papel desempenhado pelo Cardeal e a hierarquia católica argentina durante a última ditadura militar. Sergio Ferrari * Sur y Sur. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL
  • AMÉRICA LATINA

POVOS ORIGINÁRIOS: Sobreviventes do massacre de Haximu falam 20 anos depois

yanomami-11_article_columnVinte anos depois, os territórios Yanomami no Brasil e na Venezuela continuam sendo invadidas por garimpeiros ilegais que poluem os rios com mercúrio, destroem a floresta e continuam a atacar os Yanomami apesar de uma operação das autoridades brasileiras para retirar os garimpeiros da terra Yanomami. Sobreviventes de um massacre terrível em que dezesseis Yanomami foram mortos pelas mãos de garimpeiros ilegais falaram vinte anos após o ataque, enquanto garimpeiros continuam a invadir a terra Yanomami. Survival. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

RELAÇÕES INTERNACIONAIS: Dívida espanhola com indígenas americanos está longe de ser paga

“Há pouca sensibilidade para considerar os indígenas como sujeitos com direitos e não como personagens exóticos”, embora a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) tenha avançado um pouco em seus planos de ajuda nos dois últimos anos, disse a responsável da Watu (“seres humanos”, em língua swahili), com sede em Madri. Tito Drago * IPS. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: Quando a cultura também é desenvolvimento

O Oportunidades Rurais-Fida começou em 2007 e acaba formalmente este ano, após ter financiado mais de 1.700 iniciativas. Agora, deve se reinventar. Espera-se que estas associações que se converteram em pequenasempresas do campo transmitam a mais grupos familiares suas boas práticas e possam, também, mostrar seus próprios erros, para que a experiência se multiplique. alternativas rurais. Constanza Vieira * IPS Bogotá. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

AGRONEGÓCIO: Cana de açúcar, alternativa viável para alimentação do gado

De acordo com os resultados de uma pesquisa realizada pela brasileira Universidade de São Paulo (USP), publicados há apenas uma semana, a adição de cana de açúcar à dieta do gado bovino, quando escasseiam os pastos, beneficia a produção de carne. O estudo demonstrou a viabilidade comercial do uso dessa planta como alimento alternativo para o gado em períodos de escassez de outros nutrientes. Roberto Salomón * LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL
  • MUNDO

ÁSIA: A China se prepara para a “guerra popular” cibernética contra Estados Unidos

china“A guerra cibernética não se limita ao pessoal militar. Toda pessoa com conhecimentos especiais e habilidades nos sistemas de informação poderão participar na execução da guerra popular”. A guerra popular foi desenvolvida pelo fundador da China comunista Mao Zedong e seu conceito básico é manter o apoio da população e atrair o inimigo para dentro, onde os próprios cidadãos possam derrota-lo através de uma mescla de guerra móvel e guerra de guerrilhas. O artigo demonstra que os teóricos militares chineses estão adaptando a estratégia de sublevação camponesa de Mao para um eventual conflito com Estados Unidos. Instituto João Goulart * LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

AFRICA: Angola: Ngola Kaluenge, o rei rebelde

Se, em certa medida, os colonizadores receberam ajuda de alguns nativos, sobretudo dos convertidos à religião católica e que também obtinham lucros com o comércio de escravos, tiveram também que lutar contra a resistência que lhes ofereceram outros grupos autóctones. Robeto Correa Wilson * Prensa Latina. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

EUROPA & ECONOMIA: Qual será o destino da geração perdida?

A chanceler alemã Angela Merkel estima que o desemprego juvenil é o problema número um da Europa e adverte do perigo de uma “geração perdida”. O apelo para que haja reação por parte das altas esferas é cada dia mais gritante, confirma a gravidade do problema. E insta a opinião pública a se perguntar sobre as medidas que devem ser adotadas. Henk Hofland * NRC Handelsblad, Amsterdam. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

EUROPA & POLÍTICA: A crise na Itália é ideológica e ética

Em 9 de agosto o Tribunal de Apelação de Milão confirmou a condenação a quatro anos de cárcere imposta a Berlusconi pelo caso Mediaset. El Cavaliere foi acusado de desviar 7.300 milhões de euros entre 2002 e 2003, com faturas falsas para venda de direitos de televisão para exibição de filmes. Também foram condenados a prisão Daniele Lorenzanbo e Gabriella Galleto, altos executivos de Mediaset e o produtor estadunidense Frank Agrama, sócio oculto que aumentou artificialmente os valores das faturas. Gabriela Motta * Colaboradora da Diálogos do Sul (Itália). LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

DIREITOS HUMANOS: Governos violadores de direitos humanos abusam da Interpol

A Interpol publica todos os anos milhares de avisos de “pessoas procuradas”, as chamadas notificações vermelhas. Mas especialistas em justiça penal disseram que a organização não tem mecanismos efetivos para evitar que os países ou fiscais em particular abusem de suas instituições. Alguns dos estados membros não têm bons antecedentes em matéria de direitos humanos e seus sistemas legais são corruptos. Ida Karlsson * IPS Bruxelas. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL

RELIGIÕES: Francisco: uma liderança no deserto

O papa saiu em disputa dos corações, das almas e a moral de milhões de pessoas no mundo, particularmente dos jovens com uma mensagem de valores, não só proclamados como evangelho mas como uma forma de vida. Num mundo de extremos, dedirigentes blindados, ele se expõe. Agora será muito difícil abandonar essa atitude e não creio que Francisco tenha alguma intenção de fazê-lo. Está dando excelentes resultados e ademais têm uma sólida trajetória nesse sentido. Esteban Valenti * Diálogos do Sul. LEIA +

LEIA TAMBÉM EM ESPANHOL
  • BRASIL

EDUCAÇÃO: UFSC propõe criação de Licenciatura em Educação Quilombola

Praianos-uma-comunidade-Quilombola-Veja-que-historico-300x202A proposta do curso, que é inédita no Brasil, foi elaborada em conjunto com o Núcleo de Estudos de Identidades e Relações Interétnicas (NUER) da UFSC e aceita pela Pró-reitoria de Graduação neste semestre. Nos próximos meses será montado um grupo de trabalho para elaborar o plano curricular, que deve ser aprovado pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Conselho Universitário da UFSC. Mariana Rosa * UFSC. LEIA +

AUDIOVISUAL: O que você faria com R$ 1 bilhão? Ou sobre a necessidade urgente de uma política pública

Ocorre que a Lei 12.485/2013 transformou parte do pagamento do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) em uma nova forma de arrecadação da Condecine, devida por todas as empresas de telecomunicações e apelidada de “Condecine telecom”. Apenas com este nova Condecine, o FSA arrecadou, em 2013, cerca de R$ 900 milhões. Urge que a sociedade civil, especialmente os movimentos sociais ligados ao tema da comunicação, se envolvam com o debate que vai definir o destino desses R$ 1 bilhão de reais.
Gustavo Gindre. LEIA +

CULTURA:  25 anos da Fudação Cultural Palmares

Em resposta às demandas do Movimento Negro, no dia 22 de agosto de 1988, o então presidente da república José Sarney fundou a primeira instituição pública federal voltada para promoção e preservação da arte e da cultura afro-brasileira: a Fundação Cultural Palmares. Neste ano de 2013, a FCP comemora 25 anos de trabalho por uma política cultural igualitária e inclusiva, que busca contribuir para a valorização das manifestações culturais e artísticas negras brasileiras como patrimônios nacionais. LEIA +

  • MARV@DA C@RNE

FORA DO FORA DO EIXO: Refletindo sobre toda a polêmica em torno do grupo Fora do Eixo – Mídia Ninja, o marv@do decidiu retirar de seu baú esta Carta-Manifesto da Rede Mundial de Artistas em Aliança. Elaborada e divulgada em 2009, seu texto apresenta e representa um vigoroso não à mercantilização da cultura, das artes e das comunicações. Se depois da leitura alguém quiser continuar acreditando que tudo se resume à economia e quiser continuar “debatendo os tais de Cubos Cards” que prossiga. João Baptista Pimentel Neto * O Marvado. LEIA +

  • AÇÃO & PARTICIPAÇÃO

Solidariedade aos três Combatentes que estão sendo perseguidos pelo Império: Bradley, Assange e Snowden

Nós, abaixo-assinados, solicitamos à presidenta Dilma Rousseff que o Governo Brasileiro conceda asilo político a Edward Snowden.
Pela dimensão de sua política externa nos últimos dez anos e capacidade enquanto nação soberana, acreditamos que o Governo brasileiro pode aceitar o pedido de asilo feito por Snowden, em uma conjuntura na qual, no Brasil e no mundo, crescem as vozes em defesa da liberdade de expressão, do respeito aos povos e da democratização da mídia.

LEIA, ASSINE e COMPARTILHE!

Campanha Nacional de Coleta de Assinaturas pela Reforma Política

Nós da Diálogos apoiamos esta iniciativa. Para que a Lei de Iniciativa Popular possa ser votada no Congresso Nacional, ela precisa ter um número de 1,5 milhões de assinaturas, e para alcançar esse objetivo, a Plataforma lança mais uma Semana Nacional de Coleta de Assinaturas pela Reforma. A idéia é mobilizar, entre o periodo de 5 à 11 de agosto, o maior número de pessoas em torno das assinaturas para a Lei.

PARTICIPE DESTA AÇÃO!

Pelos Direitos do Público

A Campanha Pelos Direitos do Público dia após dia ganha novos adeptos que reconhecem sua importância no contexto das novas geografias e economias globais, nas quais à cultura e, em especial, o audiovisual são fundamentais para o pleno exercício das soberanias nacionais e preservação das identidades e diversidades culturais. Fortalecer e lutar pelos Direitos do Público! Este é o principal objetivo da parceria entre o Espaço Cultural e Revista Diálogos do Sul e o Observatório Cineclubista.

A Campanha é fundamentada na Carta dos Direitos do Público ou simplesmente Carta de Tabor, a luta pelos Direitos do Público é desenvolvida em todo o mundo pela FICC – Federação Internacional de Cineclubes e ganha dia após dia novos adeptos que reconhecem sua importância no contexto das novas geografias e economias globais, nas quais à cultura e, em especial, o audiovisual são fundamentais para o pleno exercício das soberanias nacionais e preservação das identidades e diversidades culturais.

LEIA, ASSINE e COMPARTILHE! Afinal, o PÚBLICO SOMOS NÓS!

  • AGENDA DIÁLOGOS DO SUL

Curso de Jornalismo Internacional Alternativo no Espaço Cultural Diálogos do Sul

Para ensinar uma nova maneira de noticiar o mundo, o Espaço Cultural Diálogos do Sul oferece o Curso de Jornalismo Internacional Alternativo, voltado para jornalistas, estudantes, militantes da comunicação alternativa e ativistas de movimentos sociais e ONGs. Afinal, são muitas das nações mais pobres, do chamado Sul Global que têm problemas e desafios semelhantes aos da nossa realidade. Será que não há o que noticiar sobre eles? Ou será que as práticas e técnicas da cobertura internacional na grande mídia estão viciadas em falar apenas dos países ricos, reforçando a ideia de que eles são “mais importantes” que os outros?

SAIBA +

  • CINEMATECA DIÁLOGOS DO SUL

Beatriz Bissio fala sobre seu livro “O mundo falava árabe”.

ASSISTA!!!

*******************************************************************

EXPEDIENTE

Clique AQUI e visite nosso sítio!

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Veja também nossa página no Google+

Visite também o Observatório Cineclubista e a Cinemateca Diálogos do Sul